Queria que você não fosse o cara dos meus sonhos e menos ainda o da minha ilusão.

segunda-feira, abril 22, 2013



Não sei porque, mas queria esbarrar com você qualquer dia desses. Queria poder dizer tudo, ou não, queria simplesmente poder olhar no fundo dos seus olhos e apenas observar. Queria poder ver se ainda passa nosso filme, ver se ainda pode ser, se talvez pode ser ou se realmente será nunca mais.


Nunca mais é muito tempo para classificar alguma coisa, e acontecer ou não alguma coisa é muito para classificar qualquer coisa que aconteceu ou pode acontecer.

Queria que você não fosse o cara dos meus sonhos e menos ainda o da minha ilusão.
Por que ao mesmo tempo que te quero, queria não te querer com toda essa vontade.

Queria não pensar em você quando vejo um filme do Nicholas Sparks ou quando escuto Marisa Monte. Queria não sentir aquele gelo na barriga quando sinto o seu perfume em outros homens. Queria fingir que nossa história não existiu, mas as pessoas me perguntam por que sou fria, ai me lembro de você.

Queria poder dizer de novo "Eu te amo" à alguém, mais ai me lembro o que pode acontecer depois dessas palavras tão mágicas.

Queria muitas coisas ao mesmo tempo que não queria simplesmente nada. Simples assim. Queria ficar sentada para sempre num lugar bem bonito, com um dia de sol, mas mesmo assim um dia frio, lendo vários e vários livros, com todos os tipos de romance. Com todos os tipos de amores que se pode viver. Todos aqueles amores que nos são tão reais, mas que na verdade, apenas nos deixam assim, acreditando em coisas impossíveis.

Respirar um pouco mais em cada novo dia.



Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.