Meu universo dói...

domingo, janeiro 08, 2017


Ás vezes você pode ter os melhores amigos ou até mesmo terapeutas, mas parece que as palavras não conseguem ser ditas, ou talvez que elas sairão de forma errada, a verdade é que sempre há segredos e cicatrizes em nosso coração que não conseguimos compartilhar.

Não sei como me expressar por aqui hoje, sem parecer meio confusa. A realidade é que a saudade chega em momentos que não conseguimos controlar, momentos até mesmo daqueles felizes como ir ao cinema. Sim, hoje fui ao cinema assistir ao filme “Minha mãe é uma peça 2”, e lhes digo, sai de lá com o coração um tanto apertado.

Como sair triste de um filme de comédia?

Para ser franca a felicidade aleatória do mundo a minha volta muitas vezes me emociona. Coisas das quais sei que não poderei viver outra vez, como passear com a minha mãe no shopping, dar um abraço na minha avó em um dia lindo de Natal, coisas que por direito eu já não tenho mais direito.

Confesso que assisti ao primeiro filme e achei a personagem do Paulo Gustavo bem engraçada, mais parecia gritar o filme todo. Dessa vez achei menos acelerada, mais mãe da vida real. Tenho certeza que todos veem suas mães e avós em muitas cenas.

Dessa vez eu vi minha mãe em tantos trechos que sai da sessão com o coração meio apertadinho, mas a cena em que eles quatro (mãe e seus três filhos) estão jogando Stop na mesa da cozinha me fez sorrir e ao mesmo tempo sentir as lágrimas escorrerem, porque eu vivi isso, e parece que foi a tantos e tantos anos atrás que eu não me lembrava mais da sensação.

Eu sinto falta da minha mãe todos os dias, apesar de a maioria dos dias parecer que está tudo indo muito bem, tem dias que a saudade destrói o coração. Tem dias que eu desejo apenas que acabe o dia para que eu sobreviva ao seu final.

Eu sei que eu sou outra pessoa desde que ela se foi, sei que me tornei melhor e muito mais forte, mas tem dias que eu preciso desmoronar. Tem dias que eu preciso me permitir ser fraca.


Uma dica eu deixo a todas as pessoas que tem uma mãe ao seu lado, ame-a. Simplesmente assim. Ame-a com tudo que você pode, com todo seu carinho e sua dedicação. Não há nada na vida que chegue perto do abraço de uma mãe.



24 Comentários

  1. Você me emocionou com seu texto. Eu não conhecia seu blog, mas já curti e me inscrevi. Somente pessoas sensíveis conseguem chorar com uma comédia, somente pessoas sensíveis enxergam além. Me identifiquei bastante com você.
    Espero ler mais textos seus, eu demoro porque tenho pouco tempo mas eu apareço.
    Um beijo grande pra ti. Belo texto!
    www.simplesmenteciana.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras!!! Volte sempre mesmo!!!

      Excluir
  2. Amor de mãe não tem preço né!? Achei seu texto repleto de uma carga emocional que é impossível não se sentir tocado ao ler tuas palavras. Acho que é da natureza humana ter dias ruim enão há vergonha nenhuma em quando nos deixando enfraquecer e se emocionar.

    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente alguns dias parece que o coração transborda e é impossível aguentar tudo!!!!

      Obrigadaaaaa pela visita!!!

      Excluir
  3. Adorei a sugestão de música para acompanhar a leitura!
    E que texto incrível, super sincero e bem escrito. A saudade é realmente uma das coisas que mais nos faz sofrer, porque, se há saudade, é porque houve amor. Muito amor. E amor de mãe, esse é incomparável!
    E sem dúvidas, como você disse, tem dias que é preciso sofrer, deixar abater-se, ninguém é humano se não sentir e, sentir inclui sentir saudades e tristeza e dor. Faz parte do crescimento e de ser quem somos!
    Espero que se sinta abraçada por todas suas memórias e que elas possam lhe reconfortar! <3
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A música foi escolhida por ser uma música que minha mãe colocou num vídeo com fotos minha e de meus irmãos!!! Ela ficava assistindo repetidamente e a música me lembra ela num momento feliz!!!

      Excluir
  4. Eu me emocionei muito com seu texto, você escreve muito bem. E eu adoro o filme minha mãe é uma peça.
    E achei bem compreensível o fato de você ter saído de um filme de comédia com um coração apertado. Mostra que é alguém sensível, ainda mais se te lembrou de alguém que você sente falta e dos momentos com essa pessoa.
    Eu sou a pessoa mais chorona que existe nesse mundo, então se alguma coisa toca meu coração ou me faz lembrar de algo eu simplesmente não consigo controlar. E não acho que isso seja algo ruim. As pessoas andam tão preocupadas hoje em dia em parecer indiferentes a tudo, como se fossem feitas de ferro, como se nada as atingisse que se esquecem que sentimentos e emoções não são fraqueza e sim força.
    Que você tenha toda a a força do mundo para suportar os dias que a saudade aperta.
    Beijão e sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras!!!

      Sucesso pra você também!! Seu blog é um amor!!!

      Excluir
  5. Oiiie!

    Mãe e pai são duas pessoas tão importantes em nossa vida. Aos sete anos perdi o meu e sinto tudo isso que você descreveu quando vejo cenas sobre paternidade. Mas sei que nada acontece por acaso. E enquanto isso, tento aproveitar ao máximo minha mae.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aproveite mesmo!!! Porque só passando pelo que passamos, você aos 7 tão pequena e eu aos 24 adulta e já sabendo da vida, nós damos valor diferente a vida!

      Excluir
  6. Oi Bárbara,
    A saudade é um dos sentimentos mais bonitos, porém tristes. Então eu desejo que você tenha sempre essa sensibilidade e muita força para atravessar os dias em que a saudade bater forte.

    Falei de sensibilidade, porque para entender a mensagem por trás das piadas do filme em questão, que apesar de ser uma comédia fala exatamente sobre amor de mãe, você demonstrou uma sensibilidade enorme. O que também é notável através das suas palavras.

    Me emocionei com seu texto e com a sua escrita!

    Sinta-se abraçada, de verdade!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline obrigada!!!!

      Abraço recebido!!!!

      Sobre a saudade realmente você está certa!!! O mais bonito e mais triste dos sentimentos!!

      😘😘😘

      Excluir
  7. Me emocionei demais com seu texto... Estou sem palavras, simplesmente amei! Amor de mãe realmente não tem preço, e temos que ama-las da melhor maneira possível enquanto a temos do nosso lado... Adorei sua escrita... Já estou seguindo o blog! Bjuus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Julia obrigada!!

      Fico feliz de ter tocado seu coração!!!

      Te espero mais vezes aqui!!

      Excluir
  8. Bárbara, a dor da perda de um ente querido é muitas vezes insuperável. Eu ainda tenho a minha mae, mas perdi minha filha há 3 anos e nao há nenhuma outra perda que se compare a esta. Aprendi que temos que aproveitar o tempo que temos aqui ao máximo, da malhor forma possível porque a nossa diração neste mundo é uma incognita. Seu texto está muito bem escrito e demonstra a sua sensibildiade e dor da falta da sua mãe, mas infelizmente, a vida nao para para sofrermos, nao é mesmo? Um abraço e até a próxima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinto muito pela sua perda!!! Hoje acredito que essas perdas nos fazem pessoas melhores por dentro e por fora!!!
      Obrigada!!!

      Excluir
  9. Ai, meu bem, sinto muito pela sua perda :c não posso imaginar como é.
    Eu perdi minha ex sogra, e ela era uma segunda mãe, doeu demais e eu chorei por meses, então nem consigo imaginar como ficaria se a minha mãe não estivesse mais aqui...
    A saudade nunca vai embora, mas espero que sua dor vá diminuindo com o tempo <3

    bruna-morgan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. seu texto me emocionou, eu adorei a forma como escreve. sinto muito pela sua perda
    http://dose-of-poetry.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Seus textos são maravilhosos ❤��

    ResponderExcluir
  12. Cliquei no texto porque ele não tinha ligação com os demais da primeira página, sem intenção e li tudo, palavra por palavra e você me deixou sem palavras....realmente, não sei o que te dizer, não aconteceu comigo, mas dói só de pensar.
    Que Deus te conforme menina, que te abrace e te dê a paz, a saudade faz parte, infelizmente, mas Deus sabe o que faz....meu sentimentos...
    Bjs ♥

    ResponderExcluir
  13. Precisamos nos permitir sempre sermos frágeis e desmoronar, pois nos momentos q nos reerguemos voltamos mais fortes e mais determinadas na vida...
    Não imagino como é não ter minha mãe perto, mas imagino sua saudade... Pode chorar, de vez em quando é muito bom... bjs

    ResponderExcluir
  14. Oi Bárbara, tudo bem? Que texto mais emocionante. Realmente suas palavras tocam bem fundo. Quando uma pessoa já fez parte de nossas vidas durante tanto tempo é difícil não sentir sua falta. É difícil não lembrar em vários momentos do dia, ter vontade de dividir o que acontece com a gente, de compartilhar nossas alegrias e até dividir nossos problemas. Devemos valorizar as pessoas que amamos e estão junto de nós. Como você escreveu, simplesmente amar. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  15. Saudade de coisas que ja vivemos com pessoas queridas doe muito... Tem outras pessoas que não tiveram esses momentos pra lembrar essa dor sufoca!
    Que sorte que você faz parte do primeiro time... Quanto mais amamos alguem mais ele deixará saudade quando partir...

    ResponderExcluir
  16. Deve ser bem difícil perder alguém tão próximo. Muita força. E lembre sempre dos bons momentos (mesmo que dê um aperto no coração, imagino que seja bem complicado).

    Beijinho,
    Ju, Cor Sem Fim

    ResponderExcluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.