segunda-feira, abril 15, 2013



Engraçado como tudo é subjetivo em nossas vidas, nossos sentimentos, nossa dor, nossos momentos de raiva e angustia.
Interessante como as pessoas desaparecem e resolver aparecer achando que tudo ficou como ela deixou.
Não tem como você desaparecer, passar 365 dias em outro mundo, país ou o que quer que seja e voltar e achando que as coisas não mudaram, que eu não mudei ou que ainda sou a mesma garota por dentro. Não! Na verdade preferia que você estivesse morto ou que você nunca mais aparecesse em nossas vidas. 

Hoje eu sou feliz, tenho novos amigos, tenho minha família, minha vida de volta, de onde eu nunca deveria ter saído. Quando eu te conheci, estava perdida, deslumbrada com o mundo e as novas possibilidades de viver. Estava seduzida com o quanto as pessoas podem ser enganadoras. Me deixei viver um mundo mentiroso de festas e festas. Me deixei acreditar que tinha amigos para sempre por ai. Mas na verdade, nem você foi meu amigo.

Voltei para casa quando tudo estava perdido, tinha perdido duas das pessoas mais importantes da minha vida e de toda a minha existência, tinha perdido a confiança dos meus irmãos, ás pessoas me olhavam não mais carinhosamente como antes e sim como uma menina sem originalidade. Perderam a confiança em mim e na minha vida.

Reconquistei tudo e á todos sozinha e com as minhas forças e vontades. Reergui meu mundo, minha fortaleza, as pessoas estavam ao meu lado de novo, sem julgamentos e sem medo de me perder, porque eu passei a confiança de que não as abandonaria de novo. 

Passou um ano, mas para mim é uma nova vida, da qual você não participa, da qual você não faz parte. Uma vida que eu NÃO quero ter você. Uma vida QUE EU NÃO QUERO QUE TE CONHEÇA. Uma vida há qual eu devo a minha vida. Uma vida que é apenas minha.

Por favor, se afaste e não machuque as pessoas á minha volta.

Agora esse é o meu mundo, de onde eu jamais deveria ter saído.


Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.