Nós nos pertencemos...

quarta-feira, setembro 11, 2013

Qual o tempo real para tudo desaparecer da minha mente?
Qual a verdade e o valor de todas as nossas promessas?

Parece que todas as promessas simplesmente se desvaneceram em minhas mãos.
As verdades apareceram agora, mas o que de fato acontece é que eu simplesmente quis acreditar em você e em seu amor.
No meu final nós estávamos juntos. No meu final nos realizávamos todos aqueles sonhos que juntos sonhamos. No meu final você segurava minhas mãos e prometia jamais soltá-las, não importaria o que acontecesse, nós estaríamos para sempre lado a lado.  Você prometeu que não me deixaria sozinha, que secaria minhas lágrimas e que estaria ao meu lado em todas as minhas conquistas.
Para onde foi todo o seu amor? Para onde foi toda a sua vontade de envelhecer ao meu lado?
Eu sei que você não quis “matar” meus sentimentos, mas por quê?
Eu sei que você dizia a verdade quando falava sobre nosso futuro, mas porque não teve forças para lutar?
Nos meus sonhos eu imagino que você não queria me fazer sofrer. Nos meus sonhos eu imaginei que dessa vez nós estaríamos lado a lado até a eternidade. Nos meus sonhos nós podemos passar um tempo juntos e eu posso de novo ser feliz. Nos meus sonhos eu imagino como você estará e me pergunto se você ainda pensa em mim. E acima de tudo, se as suas lágrimas serão de alegria ou tristeza.

Na minha vida eu imagino eu lhe esperando para todo sempre, assim como jurei que seria. Mas, no fundo do meu coração eu desejo poder amar outra vez, outra vez e outra, mais quantos amores vier. A vida é muito longa para ser de infelicidade. Eu faço a minha felicidade. Eu trilho meu caminho. Eu mando no meu mundo. 
E hoje infelizmente eu estou deixando você ir embora, para outra pessoa, para outros braços e para novos sonhos. Mesmo que você seja o meu grande amor eu vou superar e viver. Eu vou lutar e vou amar de novo. Enquanto talvez você esteja condenando seu destino a infelicidade.

Eu sou livre. Você é livre. Você me obrigou a te libertar. Agora apenas me deixe ir embora sem olhar para trás.


Sempre te amarei. 

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.