Ás vezes o amor dura, outras apenas machuca.

segunda-feira, março 18, 2013


O tempo não para, as promessas não duram, os momentos não vivem para sempre e as palavras... As palavras não devem ser guardadas em nossas lembranças.  Pois são elas que nos farão lembrar sempre e sempre o quanto podem nos enganar tão fácil.

Você vive, conta seus segredos, se deixa levar, se apaixona por coisas simples, cotidianas, por abraços inesperados e por como pareceu verdadeiro toda vez que você segurou em minhas mãos e até mesmo quando por muitas vezes, disse eu te amo.

Quantas conversas ao telefone, quantas promessas de uma vida, quantas faltas de verdade. O quanto é possível manipular uma situação?
Quantas pessoas mais passaram por isso com você?

Com quantas pessoas você prometeu estar para sempre?

Com quantas pessoas você usou a mesma mentira disfarçada de ilusão?

Agora, já não me importa. Porque eu vou encontrar alguém e não será como você. Não vou me permitir acreditar nas mesmas loucuras.

Apenas ontem achei que o tempo com você foi o meu melhor, mas a cada dia que se passava um pedaço de mim sumia por estar ao seu lado, como se alguém tirasse pétala por pétala de uma rosa. Uma hora me vi sozinha, sem você e suas promessas.  E não tive mais medo, nem arrependimento. Ás vezes o amor dura, outras apenas machuca.

E é isso que eu guardo da nossa pequena história. Ou da sua grande encenação.

2 Comentários

  1. Na maioria das vezes a encenação é parte de um jogo onde a pessoa tem medo de mostrar o que realmente sente..

    ResponderExcluir
  2. Na maioria das vezes a encenação é parte de um jogo onde a pessoa tem medo de mostrar o que realmente sente..

    ResponderExcluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.